A Polícia Ambiental aplicou uma multa de R$ 63 mil por destruição de 2,7 hectares de vegetação nativa em Palmeira. De acordo as informações, o proprietário estava cortando sem autorização os pinheiros araucária, espécie ameaçada de extinção, na Localidade de Rio das Pedras. Conforme os policiais, o dano da destruição resultou em 72,709 metros cúbicos de toras. Desse modo, além da multa aplicada ao proprietário e ao prestador de serviço que vão responder criminalmente pelo dano, a Polícia Ambiental também apreendeu um trator de esteira que estava no local.

Foto: Ascom/Polícia Ambiental

Dando continuidade nas ações policiais em Palmeira, nessa terça (17) a Polícia Ambiental aprendeu um caminhão transportando toras de araucária irregularmente também na Localidade de Rio das Pedras. Dessa forma o condutor recebeu multa de R$ 3.900 pois não possuía a documentação exigida pela legislação.

Foto: Ascom/Polícia Ambiental

Conforme as informações, o caminhão transportava 12,35 metros cúbicos de toras de pinheiro araucária. Além disso, após abordagem, os policiais fizeram a lavratura de um termo circunstanciado e doaram a carga ao Conselho de Segurança do município (Conseg). Por fim, não há informações se as toras transportadas eram da propriedade que recebeu multa por destruição de mata nativa.

(Fonte: Portal RSN / Foto: Ascom/Polícia Ambiental)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui